quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Gostar: Sentimento agradável em relação à alguém ou algo. Ter afeto.


Gosto da navalha, da garoa no meu rosto, do chiado em meu ouvido após uma hora ao lado de um amplificador em um show de rock e do seu sorriso ao acordar do meu lado. Gosto do som do baixo na música daquela banda que eu gosto, de dormir até mais tarde em dia de faculdade, de soprar um dente de leão e de como sua cabeça encaixa perfeitamente na volta do meu pescoço. Gosto de sentir que conheço alguém há anos mesmo que só realmente conheça há alguns minutos, de ouvir uma música que eu gosto no rádio e cantar como se não houvesse amanhã, de conseguir entrar (e ficar bem) em um 36 e do seu perfume que, mesmo sem querer, me deixa tonta e sem saber o que dizer ou como agir. Gosto de deitar a tarde inteira vendo uma série que eu adoro, de caminhar sozinha, de reler meu livro favorito e da forma como você me encaixa em um abraço enquanto assistimos televisão.

Também gosto, acredite em mim, de espirrar - principalmente se for depois de uma boa dose de diversão com gatos, de discutir mitologia sendo ela grega, egípcia, romana ou nórdica, de sentir a garganta queimar após uma dose de tequila e do tom sarcástico que você usa quando fica indignado com algum questionamento idiota vindo de mim. Gosto de dançar de salto alto até sentir que o peito do pé não vai aguentar o peso do meu corpo no dia seguinte, de rir de alguma bobagem até doer o rosto, do cheiro da tinta quando eu retoco a raiz e da sua mão na minha coxa quando andamos de carro. Gosto de andar de carro com a janela aberta, de quebrar um prato por pura vontade, de ver o dia amanhecer e gosto ainda mais se for com você.

Acho que nem preciso dizer, porque você bem sabe, que eu gosto de dançar Anitta no último volume enquanto bebo um vinho barato ou uma vodka com suco de qualquer coisa, de acordar com uma mensagem de bom dia, de conversar até perder o fôlego e de beijos no pescoço. Gosto de ficar debaixo das cobertas no frio, de comer pessoas no hungry shark, de fugir da rotina e de te ajudar a entender que estatística faz todo o sentido sim. Gosto de tirar fotos, de edita-las, de posta-las e de ver que você deu like. Gosto de assistir os clássicos da Disney, de dançar Taylor Swift no meu moletom da GAP, tomar um sorvete de cheesecake de morango e de ouvir sua voz depois de um dia estressante. Gosto de escrever textos sem sentido, de ver filmes de super heróis, de desenhar no meu diário e de me sentir protegida por você - mesmo que minhas ameças sejam abelhas.

E de você.

Um comentário: